Artigo

Categoria

Temas

Compartilhe

Falamos recentemente aqui no nosso blog sobre como sistemas de gestão de informações fabris podem mudar radicalmente a qualidade dos processos dentro de uma linha de produção. Hoje, vamos abordar o monitoramento de processos em tempo real, que pode ajudar a empresa a atingir níveis de excelência sem igual. Para que isso se torne realidade, além dos sensores que captam informações e das integrações entre os dispositivos existentes nas linhas, devem existir sistemas de realidade virtual e inteligência artificial que atuam em tempo real. Neste contexto, a fábrica torna-se um organismo vivo, capaz de autoavaliar-se e tomar decisões de maneira autônoma.

Como funciona, na prática, o monitoramento de processos em tempo real?

Imagine um grande painel de controle onde pode-se observar, a todo momento detalhes sobre a produtividade real de máquinas e funcionários, coletar dados sobre padrões de consumo e tendências a medida em que ocorrem e se modificam, ter um panorama atual e futuro de vendas, além de outras informações sobre a situação de mercado do seu produto. Imagine ainda que todas essas informações estarão disponíveis em dispositivos móveis, como smartphones, tablets ou smartwatches. O monitoramento de processos em tempo real é o que possibilita que a imaginação se torne realidade.

No contexto atual, a maioria das decisões dentro do chão de fábrica são tomadas de acordo com análises feitas em longos períodos, mensalmente ou até anualmente. A consequência dessa morosidade é que alguns problemas precisam ser resolvidos de forma imediata, de preferência antes que impactem a capacidade produtiva.

Podemos citar como exemplo uma máquina que não está funcionando de forma plena, ou em estado crítico. Quando monitorada da maneira tradicional, além de reduzir a produção diária, cedo ou tarde essa máquina pode deixar de funcionar, comprometendo uma parte da produção ou inviabilizando um lote completamente. O prejuízo de um equipamento parado para manutenção pode ser bastante considerável, especialmente se pensarmos que além das máquinas haverá funcionários parados, matéria-prima depreciando, retrabalho, etc.

No monitoramento de processos em tempo real isso dificilmente acontece, já que a própria máquina enviará alertas sobre a necessidade de manutenção antes mesmo de parar. Assim, o gestor pode escolher um horário conveniente e agendar o conserto do equipamento. Além disso, o monitoramento de processos em tempo real é capaz não só de analisar inconsistências na produção de máquinas, como indicar a perda de produtividade de equipes e sugerir ações para a solução do problema ao time de RH, ou gestão. O sistema poderá, ainda, enviar alertas sobre indicadores, inclusive propondo, por e-mail ou Whatsapp, tomadas de decisão em caso de inconsistências ou variações relevantes. É como se o gestor tivesse a própria fábrica como conselheira para decisões importantes.

Ter um sistema como esse torna a empresa mais competitiva frente aos concorrentes, deixando os processos mais ágeis e organizados. E, à medida que o Big Data se consolida e cada vez mais informações de mercado podem ser cruzadas e analisadas, empresas que não usem sistemas de monitoramento de processos em tempo real dificilmente terão chances frente às que já utilizam.

Coordenador de Sistemas Fabris Inteligentes na Fundação CERTI

certi@certi.org.br

Artigos Relacionados

27 de setembro, 2017/ Processos

Por que o layout fabril faz a diferença no ambiente produtivo?

Já mostramos aqui no blog como pequenos detalhes podem fazer a diferença no resultado de uma linha de produção. Um exemplo é o monitoramento de processos em tempo real. Com ele é possível [...]

17 de agosto, 2017/ Ecossistemas de Inovação

Como projetos inovadores viram produtos rentáveis?

Ter uma ideia inovadora e capaz de revolucionar o mercado é o sonho de todos que apostam no empreendedorismo como projeto de vida. Nas universidades, observamos que a ousadia e a vontade de fazer a [...]

25 de julho, 2017/ Processos, Produtos e Sistemas

Captação de recursos para inovação tecnológica: como conseguir um financiamento?

Você viu no post sobre lei de informática que a isenção de impostos para empresas que decidem investir em pesquisa e desenvolvimento é um importante incentivo. Hoje veremos que a captação de [...]